Exposição | Cafuka Atlântica

Plataforma Cafuka

A cafuca é um candeeiro rudimentar criado pelos funileiros portugueses que viajou pelo Atlântico até ao Golfo da Guiné, sobre as ilhas do Equador, e que criou raízes nesta abençoada terra que dela se apropriou.
A história deste objeto de luz, assim como a formação desta sociedade original crioula de matriz luso-africana e a sua paisagem natural, económica, cultural e sociopolítica são fatores de interesse artístico, muito motivador para o desenvolvimento de residência criativa no domínio das artes plásticas e todas as disciplinas auxiliares que proporcionam a construção deste projeto de intercâmbio.
A evolução das diversas sociedades no mundo foi feita de movimentações migratórias e, consequentemente, o contacto, o intercâmbio e/ou movimentação de bens tornaram-se barómetros fundamentais para a medição do desenvolvimento humano e económico.
A origem desta ideia surge entre 2013 e 2016, num intercâmbio entre um grupo de artistas santomenses e portugueses e afirma-se em acontecimentos que condicionam a necessidade de conhecimento recíproco e fez com que, num piscar de olhos, redescobríssemos o candeeiro de azeite em Castro Daire, na aldeia de casas de xisto. Daí a razão para seguir a pista desta fabulosa história antropológica e artística que nos une.
Por outro lado, conhecendo as necessidades da realidade de carências em diversos contextos das artes plásticas e criativas em São Tomé e Príncipe, reagimos com o presente projeto, respondendo às necessidades de investigação, de criação, de internacionalização do nosso trabalho na busca de diversas possibilidades de exploração plástica, intercâmbio e projeção das nossas propostas estéticas.
A Plataforma Cafuka, durante os oito anos da sua existência, reflete igualmente experiências temáticas do universo histórico colonial e pós-independência, fatores políticos que condicionam as migrações, fatores de integração nos países de acolhimento e referências urbanas e culturais.

Artistas Representados:
ADILSON CASTRO, ALEX-KELLER FERNANDES, ESTANISLAU NETO, EVA TOMÉ, ISMAEL SEQUEIRA, JOSÉ CHAMBEL, LITOS SILVA, MANUEL XAVIER, NTALUMA, OLAVO AMADO, RENÉ TAVARES, VALDEMAR DÓRIA, ZEMÉ

Local: Centro Cultural Malaposta

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *